13 março 2008

e o circo estava prestes a chegar ao vilarejo. habitantes em polvorosa...Helena vasculha as poucas roupas de Zézinho e conclui que nada serve. Ora que a barriga do moleque se pôs a crescer no último ano. na venda compra a fazenda e na velha máquina costura o traje que é para não fazer feio no evento. calça curta, colete e chapéu...ora que o raparigo ficou chique demais.

e chega o circo. Helena e Zezinho se botam a caminho. Zezinho empinando a pança, se achando de roupa colorida e chapéu. no circo se empuleram na platéia e vão deliciando cada atração.

quase ao fim do espetáculo, entre o macaquinho...empinando a pança, se achando de roupa colorida e chapéu.

fatos históricos de família para registro

20 comentários:

Jana disse...

que bunitinho rsrsrsrs

beijos

Carmim disse...

O circo é um mundo mágico que sempre me fascinou!

Beijo.

Graciela Lize disse...

Rsrsrs, nossa voltei no tempo!!
Amei a simplicidade desse texto ele emociona com poucas palvras...beijos mil

Sabrina disse...

e a foto ficou linda!
beijos

Janaina Staciarini disse...

AAAaai o mais legal foi que deu pra imaginar tudo tudo... amei.

Renata disse...

Também gostei daqui! E li o post da filha que você não teve, muito bonito!
Beijos e obrigada pela visita!

bjomeliga disse...

Circo lembra muito minha infância. Perto da casa da minha vó tinha um terreno onde sempre montavam circos e eu ia sempre. Tipos, duas vezes por semana. Adorava aquilo e ficava morrendo de medo das motocas do globo da morte.

Tina disse...

Oi Mariah!

Só lembranças... gostei.

beijos moça e bom fim de semana,

Solange disse...

Que meigo !!
Beijo querida, dessa sua amiga sumida.

Ramon Silva disse...

so cute! :-)

FINA FLOR disse...

Faz tanto tempo que não vou ao circo...........

beijos, querida e bom domingo,

MM.

ps: finalmente consegui te linkar =]

*Clara* disse...

Pois é... lembrei de qdo o circo aparecia aqui na cidade....

Aqueles circos pequenos, pobres de tudo, mas ricos em alegria e felicidade...

E eu ia, toda-me-achando e meus olhos sempre se enchiam de lágrimas qdo eu via o espetáculo acabar!!

Beijo, querida! tbem amo ler vc!

Edyh. Edyson. Edson. Ou Dinho. disse...

adorei. hehehe.
desculpa a intromição, é que sou novo por aqui e to procurando amizade com gente que gosta de escrever.

tudo de bom.
beijos.

Helder Hortta disse...

Oi Maria, você tá bem?

Pois ne que o raparigo ficou chique.


e o raparigo aqui acaba de favoritar você.

e virei sempre

beijoO do Helder

Camilinha disse...

gosti....


beijos daqui...

Deia disse...

Q linda lembrança.
Linda semana
beijos

Mr. Almost disse...

Olá, Mariah

O circo?... Eu fui artista de circo... rsss... Devo ser da sua família! Você veio do espaço também, certo?...

Também li o texto da filha que não teve... Lindo! Parabéns.

Câmera Digital disse...

Hello. This post is likeable, and your blog is very interesting, congratulations :-). I will add in my blogroll =). If possible gives a last there on my blog, it is about the Câmera Digital, I hope you enjoy. The address is http://camera-fotografica-digital.blogspot.com. A hug.

Dani disse...

Humm.
Amava quando vinha o circo lá no interior do RS. E eu ia ver com toda a pompa e circunstância.
Pena que meu pai dormia. Nem via a graça da coisa toda. Ria dele e dos números apresentados.
Beijos Mariah
Dani faxina

Márcia(clarinha) disse...

Deliciosas histórias que fazem a festa de nossas lembranças.
Obrigada por compartilhar.
dias lindos, flor
beijos