24 abril 2008

O Casal Arnolfini - Jan Van Eyck - 1434

.
.
.
.
..
.
..
.
.
.
.
.
.
."Johannes de Eyck fuit hic"
.
.
.
.
.
..
.
.
.
O quadro foi pintado à óleo, sobre tábua. Atualmente está exposto na "National Gallery Londres). Tem, somente, 82 x 60 cm. É o mais famoso quadro do flamengo e foi pintado em 1434.
Retrata o casamento de um próspero casal de comerciantes, estabelecidos em Bruges (Bélgica).
Alguns historiadores defendem a tese do pintor ter estado na cerimônia, o que explicaria a frase escrita sobre o espelho: "Johannes de Eyck fuit hic" (latim) ou "van Eyck esteve aqui).
Note-se o espelho no fundo da composição, em que toda cena aparece invertida, tal como a imagem do próprio artista. (conteúdo do texto - Wikipedia)

...agora por Mariah...

Nos idos dos anos 90 eu era uma estudante romântica e extasiada com as coisas com as quais a vida me presenteava. Sabia ainda menos que sei hoje (mas achava que sabia muito mais).

Num certo dia, numa certa aula de História da Arte, esta obra me foi apresentada.
Vivíamos ainda numa era pré internet...saí da aula direto para biblioteca onde fiquei até o anoitecer em busca de informações sobre a obra e o autor.
Hoje resgato esta história para lembrar do cheiro que tinha aquela biblioteca e todas as coisas que lá descobri.

10 comentários:

Pedro Favaro disse...

O cheiro da sua primeira biblioteca você NUNCA esquece...
na minha escola, um quarto minúsculo com 3 estantes, o cheiro de mofo era insuportável.
Eu amava aquele lugar.

Sandra disse...

Eu adorooo cheiro de biblioteca, de livros... talvez por isso eu trabalhe em uma ;-p
Adorei o blog!

dZ disse...

nossa, eu vi um documentario sobre esse quadro, onde estudavam a perspectiva da cena, as possibilidades e o que nao o é.

nao sei pq vi, nem sei pq lembro, hehe.

a memoria é algo engraçado né? as vezes tenho que parar e seguir o fio de volta pra lembrar como fui pensar em algo tao distante aparentemente "do nada".

Pavón disse...

Existem coisas que marcam a nossa vida de tal forma que jamais desaparecem de nossa mente e coação, seja por uma pintura ou um aroma bibliotecário....rsss

Essas descobertas são unicas!! =))

Eu vi que vc me linkou, e obvio que vou te linkar...
Nãooo, não é pq me linkaste, é pq adorei isso aqui....rss

Beijoooo!!

Bianca Rieth disse...

Com essa onde de internet, nos afastamos um pouco das bibliotecas. Mas, o bom é saber que elas sempre estarão lá, a nossa espera.
Livros são a melhor forma de conhecimento, amo livros =)

Lembro de ir pesquisar os trabalhos da escola, na biblioteca do centro de Canoas, não era muito grande, mas me sentia num mundo enorme. Muito boa essa sensação.

Muito bacana o teu espaço, parabéns!!

Convido-te a visitar o meu blog =)

Beijos!!

rancorizando disse...

Eu lembro q qdo tinha q fazer um trabalho na biblioteca era um evento. A gente fazia a pesquisa e tal, depois saía com os cadernos debaixo do braço, ia andar pela cidade, jantar no Mc Donlad's e era mto legal. he
beijones

Paloma disse...

Mariah, que lembrança boa deve ser essa, esse cheiro de liberdade, curiosidade, descobertas!
A pintura é mesmo incrível...
Eu lembro que o que me levou à biblioteca pela primeira vez foi uma pergunta que um colega fez na escola primária: "onde é o fim do mundo?" A resposta da minha professora não me convenceu e eu descobri a biblioteca da escola. Na verdade, até hoje a pergunta ficou sem resposta, as dúvidas infantis são mesmo para fazer qualquer filósofo perder o ar! rs
Adorei seu post!

Paloma disse...

Ah, esqueci de dizer que a casa nova está linda, linda!

DOCESDEVANEIOS disse...

querida amiga...
engraçado ler isso, pois estou a caça de livros,mas no meu caso, infantis, pro meu trabalho la no hospital...

tem sido dificil entrar no blog com calma, to te devendo umas visitas e aquele nosso café,mas em breve, assim que tudo acalmar, colocaremos as fofocas em dia, certo??

oir enquanto to de longe, mas por perto. bj grande

Bianca Feijó disse...

Identifiquei-me muito com que escreveu,pois como vc, também achava que o que sabia era muito, minha disposição de correr atrás do que me interessava...
Hoje penso que sabemos de uma forma mais leve...

ADOREI sua casa!

Voltarei mais vezes!

B.E.I.J.O.S