11 junho 2008

Primaveras Sazonais

"...a vida. ela não é um mar de rosas. mas ela oferece primaveras sazonais. e cabe a nós, vivê-las bem, para no inverno, as memórias só nos proporcionem mais forças para resgatá-las em período recorde."
>>>>>>>>>>>.................................................
ganhei este comentário no último post aqui da Casinha...fiquei impressionada com a simplicidade e ao mesmo tempo a força da mensagem...obrigada "amigo Du"!
veio daqui ó:

16 comentários:

Cadinho RoCo disse...

Existem comentários que terminam por ser melhores que as publicações.
Cadinho RoCo

Dama de Cinzas disse...

Lindo isso! E uma grande verdade!

Beijos

Pedro disse...

Já que a vida não pode ser uma eterna primavera, o jeito é apelar para as memórias que temos dela.

Carmim disse...

A vida depende sempre dos olhos com que a olhamos, das memórias que dela guardamos, mas essencialmente do espírito com que a vivemos.
É um pouco como a ideia do ditado que diz que cada um colhe aquilo que semeia!

Um beijo.

du disse...

:!!!!!!!!!!:

.querida mariah.

.que agradabilíssima surpresa tenho eu ao abrir meu blog e encontrar sua mensagem.

.minha dose extra de otimismo floresceu a partir das suas sementes. como já disse, seu blog me inspira muito.

.não pude conter meu sorriso ao saber que pude ajudar um pouco. afinal, não há contentamento maior do que contribuir para a felicidade alheia.

.sabe, filosofando novamente sobre estações...aquecer o corpo nessa temporada de frio é tarefa simples para casacos e cobertores, o complicado mesmo é como aquecer corações que sobrevivem a um inverno da alma.

.(é...na minha cidade tá muito, mas muito frio!).rs.

.bj.

.ps. e que a cada passo meu, possa dobrar esquinas e dar de cara com sorrisos do inesperado.

du disse...

.ah....

.olha que cabeça de vento a minha.

.esqueci do mais importante.

.muito, mas muito obrigado pela citação no blog.

.estou muito lisonjeado em participar.

.outro bj.

.ps. último comentário...sobre filosofar sobre estações....soou meio contraditório não? pois é. reli e notei. mas enfim, vivo constantemente em paradoxos nessa minha estranha e insana realidade.

Bruno disse...

As maiores verdades são as mais simples... são coisas da natureza. Nós é que temos mania de complicar as coisas, para depois podermos inflar nosso ego quando as superamos :/
Bjo

Mr. Fart disse...

Linda, mesmo.
E o que seria de nós - reflitamos -, se não tivéssemos os momentos "rosas" e os momentos "espinhos", os momentos "primavera" e os momentos "outono"? Está aí o Eclesiastes, para não me deixar falar sem fundamento: há tempo de plantar, tempo de colher... há tempo para tudo, desde o perder-se até o descobrir-se, perder-se de novo, afinal, "o justo erra sete vezes ao dia", mas só "o iníquo tropeça nos seus males".
Perfect! Parabéns ao comentador e à blogueira!

Márcia(clarinha) disse...

Na simplicidade é que moram as mais ternas emoções...
dias lindos flor
beijos

Nadja Reis disse...

Bela mensagem essa que seu amigo te deixou! E obrigada pelo comentário-conselho no meu blog! bjosss

Bianca disse...

Linda a mensagem...
Seu blog é maravilhoso!
Um grande beijo.

Bianca

Tina disse...

Oi Mariah!

E tenha certeza: é por lá que a gente encontra o que há de melhor... Lindas palavras.

beijo grande querida,

Ana Luisa disse...

Vc é chique bem..rs.
Bomba até nos comentários que recebe.

Beijo Mariah.

Dori disse...

Linda a frase!

Beijos.

Pedro Favaro disse...

Realente...
Muitas vezes os comentários enriquecem muito os blogs...
Por isso leio sempre que posso os coents tb!
Muito bacnaa a frase!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.