28 agosto 2008

ooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo
o colar de lanternas vermelhas ao longo da marginal anuncia um longo e lento caminho de retorno.
às 18:26 o céu ainda não é azul marinho e a primeira estrela no céu me obriga uma lembrança tão antiga que nem sei de quando...
"primeira estrela que eu vejo me conceda um desejo..."
deixo atrás de mim planilhas e emails iniciados e não terminados...como tantas outras coisas. uma pilha de contas por pagar, nem um tostão no bolso...ligações recebidas e não atendidas, oportunidades perdidas...até a polícia ultimamente resolveu andar atrás de mim. uma noite não dormida pesa nos olhos e nas juntas.
o colar de lanternas vermelhas nesta quase noite parece poesia e me obriga a aceitar que a "alegria" é um impulso interno que, simplesmente, ignora o ambiente.
desfaz-se a ruga na testa...o peito fica leve de novo e a boca permite-se o sorriso...
a vida, chamada real, se enche de boas imagens...
...o cacho descuidado de Maria no rosto...o amor sereno que desperta ao lado...cheiro de pão torrado acordando a casa... a mensagem do colega para a "querida amiga"...o vinho com os companheiros na hora do almoço...a paz!
essa paz que vem de dentro de mim...essa paz!
neste momento é possível a conclusão sábia e simples:
"a felicidade nada mais é do que um punhado de momentos de alegria..."

16 comentários:

Pedro disse...

E que a gente tenha sempre punhados desses! =]

instantes e momentos disse...

é isso aí, com certeza.
Ótimo post, muito bom.
Tenha um belo final de semana.
Maurizio

Juan Carlo Moravagin disse...

Que seu pote esteje sempre cheio!

Pedro Favaro disse...

Essa felicidade que vem de dentro é enorme, maior que qq coisa...

diz tudo.

Tina disse...

Oi Mariah!

Eu curtia muito falar a frase da estrela, boas lembranças...

Ser / estar feliz faz um bem danado.

Aproveite o fim de semana,seja feliz!

beijo grande e obrigada pelo carinho constante. Ah! passa lá que tem bolo!

Márcia(clarinha) disse...

Alegria de ver em momentos toda felicidade.
Somos segundos de qualquer coisa, segundos...

lindo dia flor
beijos contentes

Camilla Tebet disse...

Então a felicidade é........
hehehe. Complicadíssimo isso.

Ps. deixei uma pergunta pra vcs no meu último post. Não costumo deixar esse tipo de mensagem, mas essa é só pra matar a curiosade. Se tive rum tempinho, passa lá.

Rico B. disse...

muito, muito, muito bom ler isso. e acho que a felicidade dura o empo de um eco.

Gracyelly disse...

Concordo plenamente!! Isso sim é felicidade! Ontem na mesa de um restaurante com amigas de infância, hj no trabalho os elogios do projeto pela cliente, a alegria da familia qdo cheguei na festa (tá certo q eles já estavam meio tontos), nossa, sou muito feliz!!! E q bom q num sou a única pessoa a se sentir assim!

PULCRO disse...

E que dure muito esse momento de felicidade.

Sandra disse...

Mariah presente pra vc lá no Retrato! bjim,

Jana disse...

E assim a vida se faz...

beijos

Vanessa disse...

Punhado estes que com o passar dos tempos, vão se apagando e deixando apenas a saudade!

beijos

Dani disse...

Um punhado de alegria tá custando os olhos da cara. Inflação galopante, dizem os economistas.

Julia Porto disse...

A felicidade é mesmo um punhado de momentos de alegria! E mesmo os momentos nem tão alegres tb podem ser bem felizes do um jeito diferente.

Que fofa demais vc dizer que tenho cara de ser a melhor amiga que alguém pode ter!!!! Nossa, essa foi a melhor declaração de amor fraternal que alguém já me fez...

Não se sou mesmo, mas só de cara de ser e ter deixado em vc essa impressão eu já ganhei o mês!

Obrigada! Mesmo que de longe vc é uma ótima amiga!

beijos

Julia

R. disse...

É fácil ser feliz, só depende da lente certa. Tem tanta gente que não vê... E não, não, o dólar ta baixo, alegria ta baratinho.

Bjs!