11 março 2010



poema de Maria
tema: Minha Infância

Andei de bicicleta
Cai na calçada
Ri de uma charada
Plantei um pé de feijão
Ganhei um cão
Me lambuzei de picolé
Brinquei de esconde-esconde
Quebrei o meu pé
Andei de bonde
Fui na praia
Vi filme na TV
Usei uma saia
Comi um delicioso pavê
Fiz escova no cabelo
Comi caramelo
Visitei uma fazenda
Apanhei de chinelo"

Maria em 10/03/2010

11 comentários:

Moonlight disse...

Mariah,

A nossa infancia sempre será recordada como um momento de ternura e pura inocência.
Agora quem têm o privilégio de usufruir de crianças por perto têm uma vez mais a hipotese de voltar á infancia uma vez mais.Pena que nem todos os adultos saibam usufruir e aproveitar essa nove oportunidade.
Lindo poema!

Bjinho cheio de luar

Tiburciana disse...

Ai saudades que bate
bjos

Marcelo Mayer disse...

enumeração perfeita!

Luna Sanchez disse...

Nossa, e eu, tão delicadinha e comportada...rs

=**

ℓυηα

Ferdi disse...

E quem não fez, não foi criança.

Lucão disse...

é que as melhores coisas pra se fazer quando é criança são as que não podem! :)

beijos, Mariah!
:)
muito terno o peminha!

Juan Moravagine Carneiro disse...

Esta semana ao entrar em uma sala de 5º série para dar aula confesso que fiquei com medo...rsrs... eu preferiria com certeza está no ensino médido naquele momento..rsr.!
Apesar de estar apenas começando no mundo (docente), sempre tive para mim que seria melhor dar aula para o ensino médio.
Mas aí apareceu está 5º série...depois de 5 min na sala de aula, aquela tensao tanto minha quanto daquelas pessoas tão pequenas...um garotinho levantou a mao e perguntou: Qual seu nome tio...rsr.
Não aguentei e acabei sorrindo e desmanchando minha cara de sério que todos conhecem...rsr.
Neste seu post me recordei desta minha aula e de minha infância jogando bola na rua...

Felipe A. Carriço disse...

Crescer dói, não é?

Sentimental ♥ disse...

meu pé de feijão não vingou pq plantei num copinho de café... :)
bjs

Andarilho disse...

Era bom e eu não sabia

Suzi disse...

Delicinha, hein!