23 abril 2010

confesso que não li Alice.
nem na infância e nem agora
que uma edição fantástica (presente de Lota)
 me chama da prateleira


















isso não impede porém
que eu me delicie com a onda de Alice
que invade todos os espaços nos últimos dias

adorei o que Zeca Camargo
escreveu aqui...


8 comentários:

Juan Moravagine Carneiro disse...

Confesso que sempre gostei de Lewis Carroll...confesso que quando soube que Tim Burton iria trazer o mesmo para o cinema fiquei animado...Confesso que não consigo entender como os pais deixam seus filhos lerem este livro...rsrrr...Cada buraco que Alice entra é depois de descobrir uma nova "substância", uma nova realidade, um novo mundo...


abraço

Ale Danyluk disse...

Viver num país de maravilhas no mínimo é absurdamente tentador...
Imagina só Mariah, a quantidade de coisas que faríamos e teríamos para
concretizar...
Não haveria relógio que desse conta desse tanto.
Li os livros, vídeos quando pequena, até teatro encarei, mas essa nova versão ainda não vi.
Quem sabe essa chuva de SP me faça ir ao cinema.
Beijo

Ale

Carol disse...

Aproveita e lê lá o meu post sobre a Alice tbm rsrs eu to doida pra ler o livro e ver o filme! Bjoo

Dani disse...

Não me lembro da Alice também.
Só sei que ela toma chá com alguém.
hahahahahaha
hahahahahaah
beijo

Faxina

Tata disse...

amo, amo, amo.
e deu vontade de reler. a-go-ri-nha!
:-)

Bia Carvalho disse...

Desculpe a invasão, mas eu tenho uma ótima notícia para quem gosta de ler!

O meu blog Amor, Mistério e Sangue está estreando sua primeira promoção em parceria com o escritor Jorge Tavares!!!

O prêmio para o vencedor é o primeiro volume da Série "A guerra das Sombras"

O Livro de Dinaer
Para mais informações sobre o livro
http://www.aguerradassombras.com/dinaer.html

Você não pode perder essa super promoção!!!
http://amormisterioesangue.blogspot.com/2010/04/primeira-promocao-do-amor-misterio-e.html

Bjs e boa sorte!

Surfista disse...

Leia. ;-)

O livro é supreendentemente bacana. Pode ser lido como um conto infantil ou como uma aventura lisérgica cheia de referências à vida adulta.

Cleyton Cabral disse...

Eu comprei esta edição. LINDAAAAAAAAA! Devorei pra assistir ao filme...