24 novembro 2009

Naquela época mãe era mãe. Mãe não era amiga, e isso não era ruim. Não era amiga, mas era mais mãe do que somos hoje.
Naquela época, os amigos eram reais e não virtuais. No dia do aniversário, a gente se reunia, comia bolo e cantava parabéns...ainda não existia e mail.
Naquela época, as lojas não abriam aos domingos. Domingo era dia de ir na madrinha. O pai parava na banca de jornal da praça para comprar o "Estadão", enquanto a mãe ia ao caminhão de frutas comprar uma melancia ou um sacão de laranja bahia. A madrinha fazia lazanha com frango assado e a vó...ah, a vó...fazia aquele bolo mesclado com aquela casquinha durinha. Era dia da criançada brincar de queimada e barra manteiga no quintal e voltar dormindo para casa. A gente sonhava com a "Beijoca", mas a prima mais velha não deixava nem chegar perto.
Os supermercados, que ainda não eram "hiper", só abriam de dia e os sacos eram de papel, muito usados inclusive por pintores de parede.
Não pagávamos estacionamento nos shoppings. Quase ninguém tinha carro zero e nem carnês com 60 parcelas. As pessoas tinham cadernetas de poupança e também de "mercearia".
Comíamos doce de banana dentro de casquinhas de sorvete. Fruta do pé. Chiclete só tinha de tutti-fruti ou hortelã, mas já tinha figurinha.
Os telefones não tinham teclas. Tínhamos que colocar o dedo e rodar o disco...era triste quando o número do telefone tinha o número zero.
As TVs não tinham controle remoto, mas também nem precisava, tínhamos apenas quatro canais. Ainda não existia a Internet. Já existia a Barsa e a Coleção Conhecer.

8 comentários:

C de Cinéfila disse...

É, éramos felizes e não sabíamos. A garotada de hj se junta numa lan house e acha que tá se divertindo...
bjs

Anônimo disse...

muitas coisas poodiam voltar, os sacos de papel dos supermercados tão ecologicos...os domingos de barra manteiga, amarelinha feita com pedaço de tijolo e casca de banana... A beijoca....nem lembrava disso ( ontem a primna mais velha fez 41 anos! e a beijoca agora é dos outros). Tinha o boa noite cinderela : Você troca uma bicicleta por um cacho de banana, sim ou não.......A que saudades. Pelo menos o bolo está de volta assim que colocar no forno eu aviso, se sentir muita vontade passa cá que preparamnos juntas! beijos.

Santos disse...

pois é não tinha lan house e a coisa era "olho no olho" saudades..
adorei o post e deixei o link lá no vivere, beijos

Anônimo disse...

A gente era feliz e não sabia!
Bridget.

Mônica disse...

pois é.... bons tempos, com certeza....

* hemisfério norte disse...

bolas, mari......
encontrei aqui um resuma de uma conversa de ontem à noite....
.
comungo da mesma opinião
beijos
ana

Mågø Mër£Îm disse...

rs... a modernidade acerta algumas coisas... e estraga outras... faz parte da vida... nada vai ficar bom em tudo pra sempre... e gente tem que ter do que reclamar..rs

beijo

Daniel disse...

Mariah, eu tenho 30 anos e muito do que escreveu eu me lembro como se fosse ontem. Tv com 4 canais foi demais. Nem imagino como seria isso hoje em dia. Só indo para o interior para viver um pouco disso nos dias de hoje. Ainda mais eu que sou de São Paulo - Capital.

Beijos