06 novembro 2009

Apesar de conviver com você há tanto tempo, hoje descubro que sei muito pouco de você.Te culpo pelas conseqüências que hoje carrego de decisões que você não tomou...e também de decisões que você tomou. Te culpo pelos milhares de cursos que você começou e não concluiu. Por não falar outro idioma. Ser limitada intelectualmente e ter péssima memória para nomes e datas. Te culpo por essa insegurança que te faz refém de eternos sins... para todo mundo, o tempo todo. Te odeio por você nunca ter tido coragem de pegar um avião sozinha e passar um dia no Rio de Janeiro. Te culpo pelas dores de dente que tenho hoje, o motivo? É óbvio que você sabe qual é. Te culpo pelo seu senso de humor descalibrado e descabido... e pela sensação ridícula que você tem de que isso a torna popular. Odeio sua mania irresponsável de abrir sua vida a todos...indiscriminadamente. Odeio o talento que você adquiriu de conviver com pendências. Queria que você pudesse pensar, falar e fazer uma coisa de cada vez...quem sabe as coisas não seriam mais bem feitas. Odeio sua incapacidade de comer apenas um Bis, um Mentex, de tomar um café, uma cerveja. Odeio sua incompatibilidade com a moderação. Odeio os quilos que você ganhou e hoje sou obrigada a carregar. Odeio a forma que você provoca e foge de fortes emoções. Odeio sua postura simpática e polida. Odeio o fato das pessoas não perceberem o quanto você pode ser calculista. Odeio sua mania de organizar a vida em caixas. Odeio sua incapacidade de esperar. Odeio a forma como você trata sua família. Te odeio pelo tempo da minha vida que você perdeu cuidando de negócios. Odeio sua incapacidade de alimentar planos a longo prazo. Te odeio por ter-se deixado apaixonar perdidamente e ter permitido que isso virasse sua vida de cabeça para baixo. Odeio ter consciência de que, apesar de conviver com você a cem mil anos, sou incapaz de prever seu próximo passo.

24 comentários:

Pavón disse...

Uauu.....
Um furacão passou por ti, e escancarou-te por inteira!! =))

Beijo!

Juan Carlo Morravagin disse...

amo a flor que desabrocha lentamente

FINA FLOR disse...

sincero e forte!!!

mas ó, o dia que você começar a dizer que a ama talvez "ela" te dê uma trégua, rsrsrsr*

beijos, linda

MM.

ps: obrigada pela força e carinho no canteiro

daniel disse...

Olá Mariah

Texto com desabafo de força, ficcionada?
Amar e depois odiar, com a mesma, senão mais fore intensidade.
O tudo e o nada ou o caos!

Considerações
Daniel

Ciça Donner disse...

É pq todo o ser humano, até mesmo você, é imprevisivel. nao se culpe por isso. Ninguém pode dar o proximo passo sem antes receber o impulso

Ana Luisa disse...

Nossa Mariah, nenhuma metáfora..rs..adorei pq mostra do que somos feitos, do que "ela" é feita. De acertos e erros. De amores e desamores. Qdo olhamos para dentro e conseguimos enxergar algumas opções que podem, mas nem sempre devem ser chamadas de erradas, ainda temos tempo para mudar outras.

Quem faz dar certo somos nós.

Beijinhos.

Luíza disse...

Ainda bem que somos imprevisiveis, ja imaginou a monotonia? Boa semana!

david santos disse...

Podemos dar as voltas que quisermos, mas o amor e ódio estão tão unidos, que jamais haverá quem os separe.
Parabéns.

Dani disse...

Fazia tempo qu eue não aparecia...sorry me perdí nas visitas...
Lay novo..gostei do clean espaço....
Me arrebentou o texto da Lya luft alí embaixo...
Credo...
beijos Mariah

Dani faxina

Luma disse...

Odiar é melhor que ser indiferente! vai lá que sente algo muito forte! (rs*) E temos mesmo essa mania de passar a culpa para frente. Beijus

Pedro Favaro disse...

A culpa é toda "delä" e quem leva as consequencias é vc.

Duro demais.

Girassol disse...

É difícil escancarar seja o que for nesta vida, especialmente os ódios e os amores.
Texto forte, gostei.

Um beijo.

Lorita disse...

Sabe o que eu acho? Que esse teu espelho de tão usado, tá precisando de ser trocado!

Ah, troca, vai? trocaaaaaaaaaaaaaaa
:)

Bjm

Camilinha disse...

ufa! Que coisa, hein?! Eu percebi que a gente pode odiar várias coisas, boas ou ruins, mas pelo óbvio motivo de sermos diferentes... o negócio é se a diferença faz diferença no final?

beijos daqui...

Sandra disse...

Puxa... inspiradissima, hein! Muito bom! Tudo bem que você devia estar p. da vida!?! rs Mas às vezes esse sentimento é bom, traz inspiração... e certamente, depois desse desabafo, se senti aliviada. Ou pelo menos a personagem que viveu essa situação é grata a vc por ter se expressado, por dizer que odeia essa máscara que usamos todos os dias.
É essa tal de sociedade... que nos corrompe, que nos faz seguir caminhos estranhos...

Thaís disse...

Achei lindo e trágico.
Uma beleza doída.
'gliter em pó de vidro'.
Lindo, lindo!

Graciela Lize disse...

Adorei a casinha de Mariah, eu escolheria ela...rsrsrrs.

Aí as faces do amor, encantador o texto.
beijos mil

tresa disse...

sugestão: fazer um post sobre o que você mais adora em si e na sua vida.. :)

não há mais ninguém igual a ti. Tu és única, especial. genuína.

beijo bom*

Anônimo disse...

odiar o ódio
odiar o dia
odiar o ar
odiá-la
odiar-se
acostumar-se
e começar tudo de novo... numa eterna espera de algo que nunca chega...
o quê?

Grazielle disse...

Esse texto sou eu!!!!! Mexeu comigo... deu vontade de resolver todas as minhas pendencias e defeitos...

Adorei

C. Dayan: disse...

As culpas e os ódios são passageiros, prazer mesmo e ver o que a gente aprende e não se acostuma com eles.

Mas o melhor de tudo é viver o inesperado. Caminhar sabendo sempre o próximo passo perde a graça da adrenalina de se viver ;)

Bom blog, gostei. Vou voltar.

Aliás, cai aqui quase que por acaso, vim do blog da MM, e vi um comentário seu. O que me chamou a atenção foi o nome. O mesmo da filha que ainda vou ter. rs

Belo blog e lindo nome ;)

gostei de conhecer sua casinha.

Beijo e um sorriso largo

Anônimo disse...

Está na hora de você descobrir o amor... por você..e assoprar, assoprar com toda a força o vento que fecha os poros, a alma e a doçura que que habita esse lugar que você é. vamos comece agora! isso é uma ordem, minha cara. Um dia você vai descobrir que não é tão ruim assim ter alguém andando atrás de você... um dia. Acredite. beijo no seu coração Lota

Solange Maia disse...

Como cantou divinamente Elis Regina :
"porque o amor e o ódio se irmanam na fogueira das paixões, e os corações viram gelo e depois não há nada que os degele...."

Mariah,
ame esse ódio... porque ele é consciência... ilumina e faz uma linda estrada se colocar a sua frente....

Texto muito intimista... lindo, e tocante.

Beijo carinhoso....

JEANSECAMISETA disse...

E eu AMEI a profunda sinceridade dela...
Bjim