12 fevereiro 2010

caminhos (tortuosos)
nunca d'antes navegados!

4 comentários:

Hosana Lemos disse...

Martha Medeiros fecha!
=O

Marcelo Mayer disse...

só pelo tradutor, já vale a pena

Paulo Braccini disse...

perfeito ... amor é isto mesmo ... perdão, transparência, cumplicidade, paciência, tolerância ...

bjux

;-)

Juan Moravagine Carneiro disse...

Concordo com o Marcelo. Mesmo que a autora fosse uma desconhecida que não é o caso, só pelo tradutor já me faria adentrar na obra.
Enrtretando Virginia Woolf é para mim daqueles escritores que conhecemos apenas uma e outra obra, e sempre nos cobramos a conhecer mais.

abraço