05 junho 2008

CERTEZAS

"Nunca vemos além de nossas certezas e, mais grave ainda, renunciamos ao encontro, apenas encontramos a nós mesmos sem nos reconhecer nesses espelhos permanentes. Se nos déssemos conta, se tomássemos consciência do fato de que sempre olhamos apenas para nós mesmos no outro, que estamos sozinhos no deserto, enlouqueceríamos." (A elegância...)
...não se preocupem...tá acabando o estoque das anotações sobre o livro...

11 comentários:

Mr. Fart disse...

Verdade universal... um dia perguntaram ao Prof. Huberto Rohden o seguinte: se um incêndio queimasse todas as informações escritas do mundo (hipótese hoje em dia cada vez menos provável), qual deveria ser preservada? E ele respondeu: "nosce te ipsum".
Eis aí.
Um enorme abraço, minha cara!

Bianca Rieth disse...

As incertezas fazem de nós meros atores, que ainda não aprendeu atuar.

beijos

Sabrina disse...

o fragmento do post me fez pensar muito...
dizem mesmo que o que nos incomoda nos outros são exatamente os nossos defeitos. eu já me peguei algumas vezes nessa situação.
é preciso, mesmo, que olhemos o outro sem a sombra de nossos traumas e julgamentos (mas será possível?). eu tento.
beijos...

Pedro Favaro disse...

"A elegância..."

Ficou até difícil saber que livro é esse hehehe


bj

Rezú disse...

opa!
pode continuar q a coisa tá boa...
bjo!

doloridocolorido disse...

ficando tentada a ler o dito livro moça
bj

Thaís disse...

'A ilusão de uma coisa não é essa coisa. Mas a cópia é perfeita'.
Né?
rs
(vou ler o livro)
bjo

Leandro Jardim disse...

concordo com quase tudo e feliz pela correspondência de idéias, mas ainda acho que dá para relativizar-se sem enlouquecer... não é fácil e abre um mundo de dúvidas, mas talvez isso também se chame maturidade :)

abs
Jardim

Kelly Jessie disse...

Que nada...por mim pode continuar...nunca me canso de ler esses fragmentos...deu até vontade de ler esse livro.

Bjs

K J

Ana Luisa disse...

Quem nunca olhou para alguém e desejou ser, em algum aspecto, semelhante?? Sempre conhecemos pessoas interessantes que nos influenciam de alguma maneira.

Esse ouriço é elegante mesmo, heim..rs.

Bjokinha pra vc Mariah.

du disse...

.sou uma das pessoas mais egocêntricas.

.cabeça dura. individualista. arrogante. extremo muitas vezes.

.mas o engraçado é que muitas vezes toda essa podridão entrelaça-se com um quê de ternura que vive em mim.

.é a carência por encontrar alguém que converse comigo. é a necessidade de ter um ombro só para chorar. é a segurança de ouvir que as coisas vão dar certo.

.todo mundo se preocupa muito com seus próprios problemas. mas uma brecha nessa fase de egoísmo concentrado, simplesmente permite um olhar ao lado. e isso é o bastante para mudar.

.continuo ainda com os mesmos problemas. mas desde que ocorreu participações especiais, tive que abrir mão de certas certezas, para viver dúvidas em seu pleno teor errante.

.estou sim preocupado com minha felicidade, mas mais do que isso, quero a dividir com outrem.

abraço.